Assessoria esportiva no Rio: melhores lugares para aprender esportes

SHARE


Do futevôlei ao surfe, o Rio de Janeiro é o lugar ideal para quem busca assessoria esportiva sem abrir mão de belas paisagens. Legítimos redutos da carioquice, as praias de Copacabana, Ipanema, Botafogo, Leblon e Barra da Tijuca são também um prato cheio para quem procura praticar esportes que já conhece e tira de letra ou para quem quer se arriscar em novos terrenos. E isso vale para todas as idades e bolsos, já que algumas iniciativas do gênero são gratuitas. Ainda assim, é muito comum ver aulas de ioga e slackline rolando pelos parques, skate e bike pelos calçadões, trilhas e rapel pelos paredões rochosos, voos de asa-delta e parapente pelo céu… Os esportes pipocam pela cidade toda, que oferece um sem número de iniciativas para aprendê-los e praticá-los.

Como o surfe exige ondas grandes, as praias do Arpoador, entre Copacabana e Ipanema, e Prainha, na Zona Oeste, são ideais para a modalidade. Mas isso não quer dizer que fora delas, na Barra e na Praia da Macumba, por exemplo, você não encontre onde aprender a surfar. No Rio há uma infinidade de escolas de surfe onde buscar assessoria esportiva. Algumas delas, aliás, incluem o stand up paddle, modalidade relaxante para quem quer curtir a paz na imensidão azul. Se você preferir o bodyboard, que é mais praticado em praias cariocas do que o surfe, pode preparar os pés de pato: o site da Federação de Bodyboarding do Rio de Janeiro destaca escolas filiadas, sendo a do Posto 5 de Copacabana uma das mais procuradas: ali é a área de ninguém menos que Guilherme Tâmega, hexacampeão mundial da modalidade.

Ainda nas praias, muita gente no Rio pratica, com apoio de equipes especializadas, natação no mar, canoa havaiana e treinamento funcional, também conhecido como academia ao ar livre. Além disso, pelas areias você também pode ingressar em escolas de esportes coletivos. No futevôlei, esporte tão carioca quanto o frescobol, temos as escolinhas de Rodrigo Café e Léo Tubarão, ambas em Copacabana; a do Isael, na praia do Flamengo; a do Betinho e a Black Futevôlei, no Leblon, e a Clínica do Futevôlei, em Ipanema.

O vôlei e principalmente o futebol não ficam atrás, tanto dentro quanto fora da praia, a exemplo das escolinhas dos clubes de futebol mais tradicionais da cidade. É também empolgante ver como o rúgbi é organizado pelos amantes desse esporte no Rio: iniciativa ligada ao Rio Rugby F.C., clube em atividade desde 1974. Nas praias da Barra e de Ipanema, assim como em Realengo e na Ilha do Fundão, rolam treinos, jogos e aulas para iniciantes, jogadores experientes, crianças, adultos, homens e mulheres.

O skate carioca não se restringe aos passeios descompromissados pela orla: há boas pistas pela cidade. Mas quem quiser se aprofundar ou mesmo se arriscar no longboard pode procurar o Núcleo Escola de Skateboard, no Grande Méier. E lembre-se que a paisagem carioca também é atraente para os amantes de velocidade: diversas equipes de assessoria esportiva para maratonistas e ciclistas têm sede na cidade. Os roteiros de passeios ciclísticos e corridas, em competições ou não, são ótimos para quem curte desafios e vistas de tirar o fôlego – caso da subida à Vista Chinesa e do circuito de Grumari, que estão presentes no trajeto para a prova de ciclismo dos Jogos Olímpicos de 2016.

Se você tem um cartão Mastercard, pode aproveitar algumas dessas aventuras light ou radicais por um preço amigo. A equipe do +Asas oferece roteiros interessantes para quem quer desvendar o Rio de bike. Clientes Mastercard têm desconto de 10% na compra dessas experiências, assim como nos passeios de canoa havaiana, sempre na companhia de guias experientes e especializados.

Depois dessa “maratona” pelas modalidades esportivas em terras cariocas, cabe lembrar: pratique esportes com regularidade, mas de acordo com avaliações médicas e boa alimentação.

Our writers' favourites

X
- Enter Your Location -
- or -